IPVA: Consulta, Pagamento Parcelado – Como Funciona!

O brasileiro já sabe que todo início de ano é marcado pelo pagamento de alguns tributos. Entre os principais que podemos mencionar, temos o IPTU (imposto pago por quem tem moradia própria) e o IPVA, um importante imposto pago por quem possui veículos próprios.

O pagamento desse tributo é obrigatório em todo o território nacional, e o não pagamento do mesmo pode resultar em cancelamento da permissão para conduzir o veículo no trânsito do Brasil.

Portanto, como esse documento é muito importante e nem todo mundo conhece como se dá o funcionamento do pagamento e conferência desse tipo de tributo, e por isso, separamos o artigo de hoje justamente para lhe tirar todas as dúvidas sobre o IPVA.

Aproveite o conteúdo e faça uma boa leitura!

O que é o IPVA?

Basicamente, a sigla IPVA significa Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores,  e nada mais é do que um tipo de tributo cobrado anualmente por todos os governos estaduais do Brasil, e que foi instituído no ano de 1986, funcionando até os dias de hoje como um dos impostos mais importantes do país.

O dinheiro que é arrecadado a partir do pagamento desse tipo de imposto em todo o território nacional, geralmente acaba sendo aplicado na melhoria de ruas e estradas das vias brasileiras, sendo dividido entre Estados, municípios e o próprio governo federal. 

 Além da melhoria das vias públicas, também podemos ver o dinheiro aplicado em setores como os de mobilidade e, educação e saúde,  dependendo das necessidades observadas no país.

tributo

Também é válido mencionar que, este tipo de tributo é cobrado com valores diferenciados, dependendo muito do tipo de veículo que você possui. Este cálculo é feito pelo próprio estado no qual você faz parte.

Dito em outras palavras, a quantia a ser paga pelo imposto deverá ser calculada sobre o valor venal do veículo, o qual pode sofrer uma variação de 1,5 a 4%. Geralmente, para que seja possível precisar o valor de mercado do veículo, o governo federal acaba utilizando como referência a tabela de dados e valores divulgada pela Fipe (Fundação Instituto de  Pesquisas Econômicas).

O que ocorre se eu deixar de pagar este tipo de tributo?

ipva

Diferentemente do que a grande parte dos brasileiros acredita, o governo não perdoa dívidas de IPVA, tampouco concede descontos para os devedores. Os únicos descontos que são concedidos, são justamente no período em que o IPVA deve ser pago, geralmente no início do ano, e são disponibilizados para quem paga o tributo com antecedência.

Devemos mencionar que, a não quitação deste tipo de tributo pode acarretar em uma série de problemas e muita dor de cabeça para o devedor, uma vez que, além de ficar em uma condição de inadimplência, você também estará proibido de utilizar o seu carro nas vias brasileiras, seja em perímetro urbano ou Rural.

Além disso, devemos mencionar que, o governo acaba acrescentando algumas taxas e juros, e até mesmo uma multa, calculada em cima do valor do IPVA para todo aquele proprietário de veículo que não fizer o pagamento em dia, o que pode  converter a dívida em uma verdadeira Bola de Neve.

Só para que você possa ter uma noção mais precisa sobre esse tipo de Instância, no Estado de São Paulo, por exemplo, quando uma pessoa deixa de pagar o IPVA, ela acaba ficando sujeita a uma multa de 0,33% ao dia de atraso, e além disso, acaba recebendo alguns juros por atraso no pagamento baseados na taxa SELIC.

 Se transcorrer 60 dias de atraso no pagamento, o devedor do imposto receberá uma multa fixada em 20% do valor do IPVA.  Sendo assim, não podemos deixar de pagar em dia esse importante tributo, não é mesmo?

Tenho que pagar o IPVA à vista, ou é possível parcelar?

pagamento

Nesse ponto, é válido mencionar que as condições de pagamento deste tipo de tributo acabam sendo determinadas pelos Estados. Desse modo, você deve conferir como está sendo feito no seu estado esse tipo de pagamento.

Apesar disso, fique sabendo que a grande maioria dos Estados acaba disponibilizando duas alternativas para pagamento: pagamentos parcelados ou pagamentos à vista.

 No caso dos pagamentos que são quitados à vista, o proprietário do veículo acaba recebendo um bom desconto, o qual é determinado dependendo da sua região.

Os especialistas em economia sempre recomendam que as pessoas busquem juntar o dinheiro para pagar esse tipo de tributo à vista no início do ano, uma vez que acabam obtendo um ótimo desconto por esta modalidade de pagamento e evitam uma dor de cabeça,  e uma conta a ser paga menos ao longo do ano. 

E aí, o que você achou do nosso conteúdo de hoje? Deu para entender melhor como funciona o pagamento do IPVA e o quão este tributo é importante para o desenvolvimento do nosso país?

 Não deixe de pagar os seus impostos em dia, e se você gostou do nosso conteúdo de hoje deixe seu feedback nos comentários abaixo! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *